Vegetarianismo

V

Os Alimentos na Evolução Humana

De Acordo com a Escola Rosacruz



Já vimos a evolução alimentar de acordo com o texto bíblico, o qual, embora não seja um livro aberto, mas pleno de símbolos, alegorias e até mitos; do Antigo Testamento não existe uma única linha, além dos erros de tradução e de censuras, contudo há muito de enorme valor, como noutros antigos textos religiosos.

A Escola Rosacruz procura unir a Ciência com a Religião. Neste caso, defende que a carne e mais tarde o vinho foram introduzidos na alimentação humana, como factores evolutivos. Dada a tendência cada vez mais materialista dos seres humanos, a carne e o vinho vieram incentivar ainda mais essa inclinação, contribuindo, contudo, para que criássemos instrumentos que nos ajudariam em nosso trabalho, usando menos esforço, mais maquinaria, mais tecnologia!!!

Na Época Atlante que terá começado há cerca de 8 milhões de anos, após enormes mudanças no globo terráqueo, terminando, assim a Época Lemúrica, do célebre continente Mu, eis que a carne começou a ser introduzida na alimentação humana.

Nimrod, figura do texto bíblico, representa o ser humano da Atlântida que comia carne, ele era um caçador poderoso.

Noé que representa os atlantes remanescentes que conseguiram construir os seus corpos de forma a poderem viver na nova Terra, a actual, após os dilúvios, além de comerem carne, pois foi introduzido um novo produto, o vinho, daí Noé se ter embriagado. Começara a Época Ária, actual, há cerca de um milhão de anos.

Desde então quantas e quantas lutas e guerras por posses mais ou menos egoístas?

Contudo, sempre houve alguns seres humanos que continuaram seguindo a alimentação vegetariana.

Na Escola de Pitágoras, o regímen vegetariano era seguido; como em outras no Oriente e no Ocidente, como entre os Nazarenos, os Essénios, etc.

Quanto mais pensarmos em matéria, desde bens até outras posses e actos de mais ou menos profundo materialismo, mais carne precisamos para substituir o desgaste dos tecidos; só que estamos chegando a um momento evolutivo em que os corpos necessitam de evoluir para outro estado de ambiente terreno e como tal vamos ter de usar corpos mais subtis, mais etéreos, para assim eles ser melhores canais da sabedoria espiritual e nos libertarmos da pesada cruz da matéria, uma grande ilusão que nos tem dado sofrimento e dor, embora por vezes sob a capa de conforto e bem-estar ilusórios. A carne começa a ser uma das causas de graves doenças e não só, como de poluição do meio ambiente.

Contudo, não podemos mudar de regímen de qualquer forma, temos milhões de anos de consumo de carne, logo a mudança deve vir de dentro; muitos estudantes rosacrucianos ainda consomem carne e bebem vinho; a ninguém é obrigado a seguir este ou aquele regímen; as mudanças têm de vir de dentro.

Quanto mais soubermos mudar de hábitos, cultivando a temperança e outras virtudes e a principal a do AMOR, melhor será para todos nós.

Analisando as mudanças alimentares já em curso, há um maior consumo de doces, o açúcar será um dos meios de mudar de hábitos isto no campo das bebidas, só que devemos procurar doces com produtos não artificiais, desde bons frutos de agricultura biológica, mel biológico, e outros.

As pastelarias aumentam, eis uma realidade da mudança de hábitos. Outros estão pela frente rumo à Idade do Aquário.

Na EVOLUÇÃO OU AVANÇAMOS OU RETROGRADAMOS. A ESCOLHA É NOSSA.

(Continua)

 

[ Vegetarianismo ]