Vegetarianismo

I

Alguns dados históricos



Há algumas décadas, especialmente, em Portugal, ser vegetariano era algo raro. Também era alvo de muitos preconceitos, como de algumas críticas.

Em Espanha, já na década de 60, havia sumos de frutos que eram controlados pela Direcção-Geral de Saúde deste país, alguns até recomendados com efeitos benéficos para a saúde. Esses eram caros; havia muitos outros sumos mas de fraca qualidade.

Também as unidades hoteleiras tinham outra visão sobre esta área, como entre os profissionais da saúde.

Ainda algo mais recente, em finais da década de 80, um grupo de vegetarianos organizou um almoço de confraternização numa unidade hoteleira, a um Domingo. No final, o gerente perguntou-nos se estávamos satisfeitos com o serviço? Sim, em parte… Bem, em Espanha, já temos muita experiência nesta área, aqui foi a primeira vez.

Mas deixemos estas realidades e vamos um pouco à História do Vegetarianismo.

Ao longo da evolução da Humanidade, começámos por ser frugívoros, tínhamos como base da alimentação, os frutos; mais tarde, por necessidades evolutivas, a carne e o vinho foram acrescentados.

Só que, ao longo dessa mesma evolução houve sempre seres que seguiram este regímen, por ideal espiritual e não só.

Já antes de Cristo, vemos figuras como Pitágoras, Platão, Ovídio, e muitos outros como alguns profetas do Antigo Testamento; por outro lado Jesus-Cristo dizia a Seus discípulos que, onde ides, comei do que vos derem, o que indica que seguiam uma alimentação própria; mas que essa conduta não devia entrar em choque com os hábitos das outras pessoas. Como mais tarde disse São Paulo, por outras palavras, devíamos ser vegetarianos, só que alertou para o facto de que o que é mais perigoso é o que sai da boca e não o que entra, isto no campo alimentar.

Com efeito, jamais devemos ser fundamentalistas, seja em que área for.

Tudo tem o seu tempo.

Há que saber mudar de COSTUMES, incluindo, nesta área. No futuro certamente que a Humanidade voltará a seguir este regímen.

Por agora, lembramos apenas outras figuras da Humanidade que foram vegetarianas. Entre elas, temos Leonardo da Vinci que defendeu que “tempos virão em que matar um animal será considerado um crime”; quando uma figura do nível de Leonardo afirma tais palavras que dizer? Bem, muitos outros como, Paracelso, Voltaire, Newton, Einstein, Tolstoi, ambos no final da vida, Gustavo Mahler, esse grande compositor; muitas pessoas ligas às artes, como às ciências, às letras e à política, caso do alemão Fischer, do partido “Os Verdes”.

 

[ Vegetarianismo ]