Nutricionismo

Tomate, Alimento, Medicamento

 

Planta anual, o tomateiro, pertence à família das solanáceas; em Botânica, Solanum Lycopersicum, também conhecido por Lucopersicum esculentum Miller.

Originária da América tropical, foi introduzida na Europa, sendo usada por toda a parte.

Tanto no idioma inglês como no Esperanto tem o nome de Tomato; no francês, Pomme d’amour, ou seja, maçã do amor; no alemão, Liebesaepfel, de novo, maça do amor; no italiano, Pomerolo; e no russo, Pomidor.

Há aqui uma ligação aos órgãos regidos por Escorpião, somos de opinião que esta planta será deste Signo.

A verdade é que o tomate tem propriedades afrodisíacas, estando assim ligado ao amor venusiano, mais marciano, regente de Escorpião.

Mas o que mais nos interessa é o seu valor medicinal e alimentar.

Estamos perante um maravilhoso alimento, medicamento, para diversas áreas, incluindo para a neurastenia.

De acordo com as análises, este vegetal é rico em vitaminas do complexo B, como em caroteno, provitamina A, que se transforma em Vitamina A, quando o fígado funciona bem, e vitamina C. Tem ainda cálcio, fósforo, ferro e cobre, iodo, magnésio, enxofre, potássio, minerais com diversas funções muito importantes. O tomate fresco tem 93,5% de água, rica em minerais e vitaminas e em energia vital, o seu sumo é um autêntico sangue vegetal.

Grande purificador, é interessante que, abrindo-o, vemos que ele tem 4 cavidades, tal como o nosso coração. Com efeito, ele é um grande amigo deste órgão motor.

No caso, juntamos imagens de rodelas de tomate em que além de se verem as quatro cavidades, surge a cruz da Ordem de Cristo!

 

Rodelas de tomate e o Símbolo da Ordem de Cristo
Como trabalha a sábia Natureza! Que maravilhosa arte e ciência!

As sementes que vemos são laxantes, refrescantes, benéficas aos intestinos.

Como contem a Vitamina P, rutina, é útil para combater a fragilidade capilar arterial.

Dado o seu valor intrínseco é altamente vitalizador, incluindo benéfico para os ossos, como é um grande purificador.

Logo é útil para diversas enfermidades, entre elas, a gota, para os cálculos biliares, para o reumatismo, na arteriosclerose, nos estados febris, na diabetes, na anemia, na hipertensão arterial, na prisão de ventre, etc.

Como sabemos, ele deve ser tomado cru, bem limpo, em sumo melhor ainda, para servir de ajuda no tratamento de algumas doenças citadas.

Se for cozido pode ficar algo prejudicial, não se devendo juntar aos farináceos.

 

[ Nutricionismo ]