Artigos Recentes


Apresentação dos Livros “A FLOR DA ESPERANÇA”, 2ª Edição e “PINTURA COM PALAVRAS” - III Tomo, publicados pela CHIADO EDITORA, Lisboa, no Auditório do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, no Bombarral.

Pelas 16 horas teve o início deste evento, à hora marcada, o que é um positivo a realçar.

Eduardo Biscaia em nome da editora abriu a sessão focando a história desta jovem empresa editorial que embora jovem está lançando uma média de 60 títulos por mês, quase sempre de jovens autores. Quanto às obras do escritor Delmar Carvalho elas refletem o nível cultural do autor que já tem um elevado número de obras publicadas.


A mesa, no momento em que falava Eduardo Biscaia

A mesa, no momento em que falava Eduardo Biscaia em nome da Chiado Editora. Senti a falta da apresentadora, autora do prefácio de “A FLOR DA ESPERANÇA”, 2ª Edição, Professora Doutora Adriana Nogueira, ausente por motivos de saúde.


Logo de seguida atuou o Coro do Círculo de Cultura Musical Bombarralense, sob a direção da maestrina Ana Cardoso, que atua no Coro do Teatro de S. Carlos, terminando o seu programa com a famosa canção EDELWEISS, que faz parte do célebre filme “Música no Coração”, editado em 1965, no ano em que o autor casou com a professora Maria Amélia que deixou marcas positivas na educação no Bombarral.


O Coro do CCMB
O Coro do CCMB. Foto de Mário Rui.

O Presidente do Conselho Diretivo do Agrupamento de Escolas Fernão Pó, professor Emanuel Vilaça, tomou a palavra de seguida tendo realçado que a Escola está aberta aos escritores, à cultura, pelo que aguardamos que o Sr. Delmar continue a colaboração com esta Escola, é um escritor bombarralense o que torna mais fácil a sua cooperação.

Por fim falou o autor que informou os motivos de força maior que não permitiram a presença que todos gostaríamos, da nossa amiga professora doutora Adriana Nogueira. O autor leu o seu prefácio da obra “A FLOR DA ESPERANÇA”, 2ª Edição, recordando-a, e em sua honra.

Como uma das vertentes do autor é a investigação da cultura popular, da etnografia, lembrou um provérbio que deixava à meditação de cada qual: “Quem perde a vergonha, não tem mais que perder.”

Focou de modo resumido os 32 capítulos da sua obra, realçando os ligados à Economia e à Educação.

Uma obra que, segundo informações, tem sido mais elogiada no Brasil do que em Portugal.


Vista parcial da assistência
Vista parcial da assistência.

Num pequeno espaço de tempo ouviu-se música e mensagens de elevado nível muito atuais, para bem da Humanidade, para florir a Esperança no coração de cada qual especialmente nos desempregados, para os quais o escritor teve algumas palavras de grande amizade, sentindo as suas dores.


O autor dando autógrafos
O autor dando autógrafos.

 

[ Recentes ]