Colecção “Cavalo de Pégaso”


Decidi criar uma pequena-grande enciclopédia sob o título acima referido.

E porquê? Porque está cheio de mitos simbólicos, cheios de verdades mais ou menos esotéricas.

Pégaso, esse cavalo alado, simboliza a vitória do espírito sobre a matéria. Por outro lado, ao bater com o seu casco numa rocha do monte de Hipocrene, fez brotar água cheia de pureza, onde as Musas vinham beber, servindo de fonte de inspiração para os artistas e escritores.

Trata-se de uma constelação situada em Aquário, o Signo da Fraternidade, da Liberdade, da criação epigenésica, do Universalismo, dos ideais progressistas, dos sentimentos humanitários, da união dos povos, das novas ciências e descobertas, mais ligadas ao elemento ar.

Úrano é o seu regente, que irradia, positivamente, a sinceridade, a fidelidade, a originalidade, o espírito de independência, o altruísmo, capacidades geniais.

Úrano tudo transcende, vibra em notas do amor superior, é do reino do espírito pelo que está acima da matéria, como ama a Fraternidade Universal está para além de todos os laços que dividem, que separam.

 

Quando vi uma bela escultura do cavalo de Pégaso nos famosos e artísticos jardins de Mirabela, em Salzburgo, Áustria, em 1991, fiquei pensando sobre o mito simbólico que ela irradia. Ao mesmo tempo admirando a escultura, desejei subir e voar até à Idade do Aquário, onde o Cristianismo Esotérico ajudará a unir os povos, no qual uma nova civilização existirá cheia de concretizações de muitos dos grandes anseios milenários da Humanidade.

 

Como tudo tem o seu tempo, ficou em minha memória, para que um dia quiçá servisse de mote a algo com sabor aquariano.

 

Assim nasceu esta colecção que oferecemos a toda a criação.

 

O nosso amigo Carlos Melo criou este Cartoon muito ligado ao autor, sejamos humildes, e ao mito simbólico do Cavalo de Pégaso. Na mão esquerda seguro uma Bandeira com o símbolo do Aquário. Muito obrigado caríssimo Amigo e Mestre.

Como se sabe, o Aquário tem como símbolo duas linhas onduladas que não se encontram, quais ondas vibratórias da água da sabedoria que mata a sede, derramadas pelo Ar a toda a parte…


Escultura do Cavalo de Pégaso nos jardins de Mirabela


Junto ao Cavalo de Pégaso, em 1993, de novo fomos até essa bela e histórica Região, por causa de Paracelso. Foto da Mélita.



Foto de Delmar Domingos de Carvalho, em direcção ao Castelo, onde o rosacruz Paracelso tratou o Príncipe-Arcebispo que então governava o Estado de Salzburgo.

Jardim das Rosas, Rosengarten, a caminho da estátua em honra de Paracelso, que era desconhecida, não constava nas informações sobre esta cidade do sal.

Eis a estátua em honra de Paracelso, o maior médico, depois de Cristo-Jesus.

 

Finalmente, será oportuno inserir, lembrando uma genial obra do pintor francês, Léon Bonatt, que tem o título: O TRIUNFO DA ARTE



 

Seguem alguns volumes já publicados sobre esta Colecção.

I   



 
Contracapa do I Volume

Cartaz de apresentação


II   
Capa do II Volume


 
Contracapa do II Volume


III   
Capa do III Volume

 
Contracapa do III Volume


IV   
Capa do IV Volume

 
Contracapa do IV Volume


V   
Capa do V Volume

 
Contracapa do V Volume