Colecção “Cavalo de Pégaso”


Decidi criar uma pequena-grande enciclopédia sob o título acima referido.

E porquê? Porque está cheio de mitos simbólicos, cheios de verdades mais ou menos esotéricas.

Pégaso, esse cavalo alado, simboliza a vitória do espírito sobre a matéria. Por outro lado, ao bater com o seu casco numa rocha do monte de Hipocrene, fez brotar água cheia de pureza, onde as Musas vinham beber, servindo de fonte de inspiração para os artistas e escritores.

Trata-se de uma constelação situada em Aquário, o Signo da Fraternidade, da Liberdade, da criação epigenésica, do Universalismo, dos ideais progressistas, dos sentimentos humanitários, da união dos povos, das novas ciências e descobertas, mais ligadas ao elemento ar.

Úrano é o seu regente, que irradia, positivamente, a sinceridade, a fidelidade, a originalidade, o espírito de independência, o altruísmo, capacidades geniais.

Úrano tudo transcende, vibra em notas do amor superior, é do reino do espírito pelo que está acima da matéria, como ama a Fraternidade Universal está para além de todos os laços que dividem, que separam.

 

Quando vi uma bela escultura do cavalo de Pégaso nos famosos e artísticos jardins de Mirabela, em Salzburgo, Áustria, em 1991, fiquei pensando sobre o mito simbólico que ela irradia. Ao mesmo tempo admirando a escultura, desejei subir e voar até à Idade do Aquário, onde o Cristianismo Esotérico ajudará a unir os povos, no qual uma nova civilização existirá cheia de concretizações de muitos dos grandes anseios milenários da Humanidade.

 

Como tudo tem o seu tempo, ficou em minha memória, para que um dia quiçá servisse de mote a algo com sabor aquariano.

 

Assim nasceu esta colecção que oferecemos a toda a criação.

 

O nosso amigo Carlos Melo criou este Cartoon muito ligado ao autor, sejamos humildes, e ao mito simbólico do Cavalo de Pégaso. Na mão esquerda seguro uma Bandeira com o símbolo do Aquário. Muito obrigado caríssimo Amigo e Mestre.

Como se sabe, o Aquário tem como símbolo duas linhas onduladas que não se encontram, quais ondas vibratórias da água da sabedoria que mata a sede, derramadas pelo Ar a toda a parte…


Escultura do Cavalo de Pégaso nos jardins de Mirabela


Junto ao Cavalo de Pégaso, em 1993, de novo fomos até essa bela e histórica Região, por causa de Paracelso. Foto da Mélita.



Foto de Delmar Domingos de Carvalho, em direcção ao Castelo, onde o rosacruz Paracelso tratou o Príncipe-Arcebispo que então governava o Estado de Salzburgo.

Jardim das Rosas, Rosengarten, a caminho da estátua em honra de Paracelso, que era desconhecida, não constava nas informações sobre esta cidade do sal.

Eis a estátua em honra de Paracelso, o maior médico, depois de Cristo-Jesus.

 

Finalmente, será oportuno inserir, lembrando uma genial obra do pintor francês, Léon Bonatt, que tem o título: O TRIUNFO DA ARTE



 

Seguem alguns volumes já publicados sobre esta Colecção.

I   



 
Contracapa do I Volume

Cartaz de apresentação


II   
Capa do II Volume


 
Contracapa do II Volume


III   
Capa do III Volume

 
Contracapa do III Volume