Onde Está o Natal?



Quando por motivos do movimento da translação da Terra chegamos ao Solstício do Inverno, eis que em boa verdade se dá um novo nascimento de Cristo. A partir daí devíamos entrar num Novo Ano e não a partir de 1 de Janeiro. Esta data é convencional, não está em sintonia com o Plano Cósmico.

Por outras palavras, Natal e Ano Novo são uma só data.

Analisemos, agora, as nossas comemorações do Natal com a Vida e Obra de Jesus-Cristo, com os ensinamentos que temos, pois Ele nada escreveu, como sabemos, que realidades e imaginários encontramos?

É rico o simbolismo desde a árvore do Natal até ao Presépio. Contudo, onde está o verdadeiro Natal?

No pai natal? Nos barretes do Pai Natal? Em viagens à Lapónia, etc? O que tem a ver o pai natal com Jesus? Dá prendas e como o que gostamos é receber, viva o pai natal. E o exemplo de Jesus onde está? A realidade onde a vemos?

Sim, vemos nas pessoas que, com a mão esquerda sem que a direita o saiba, ajudam os irmãos e irmãs necessitados sejam quais forem as suas crenças ou estados; sem fazer alaridos, sem exibicionismos, sem propaganda, sem esperar gratidão; vemos nas pessoas que ajudam os enfermos em obras e na realidade e não por exibicionismos, ou em dádivas por telefone para isto ou para aquilo, e assim por diante, vemos nos que trabalham altruisticamente em Associações Culturais, Sociais, Religiosas, Humanitárias e outras afins.

Vemos nos que servem a Deus com altruísmo e não levando dinheiro pelos seus serviços, aqui lembremos os maravilhosos sermões de Santo António, como eles estão actuais!!! Será preciso focar as palavras textuais?

Natal é Amor, mas o que é o Amor? É só olhar para os que consideramos como amigos? É só para os familiares? Ou é para os inimigos, para todos os seres humanos, sejam quais forem as suas cores ou ideias?

Somos cristãos, quando marginalizamos os que não pensam como nós? Que cristãos somos nós quando perseguimos os que não têm as mesmas ideias? Que cristãos somos nós, quando até entre as diversas correntes cristãs há ódios, lutas pelos poderes efémeros?

Será que só pelo facto de falarmos em Jesus Cristo passamos a ser cristãos? E em que Cristo acreditamos? Num que não existe, em que pedimos a Sua ajuda para nós ou para os nossos?

Quando em Seu nome perseguimos os outros seres só porque não gostamos deles devido a diversos factores, estamos sendo cristãos?

Que Natal é este em que desejamos Boas Festas (e é muito bonito) sabe bem, devemos desejá-las, mas Boas Festas espirituais, não mundanas, materialistas.

Caros amigos, caras amigas, já arranjámos mais uns inimigos... paciência, Jesus Cristo continua sofrendo por AMOR A NÓS. E NÓS O QUE FAZEMOS? LUTAS, GUERRAS, DESDE ECONÓMICAS ÀS DAS ARMAS.

Meditemos sobre a Vida e sobre os puros ensinamentos de Jesus-Cristo, procurando segui-Lo em obras e em Verdade. Não é fácil, mas é o único caminho para realmente haver Natal, para haver Paz, Justiça, Alegria, Esperança, Amor, Sabedoria, Saúde, melhor meio ambiente, natural e social, como religioso, político, em todos os domínios da vida humana.

QUE CRISTO NASÇA EM TODOS NÓS, QUE O SEU AMOR A TODOS NOS UNA E NOS ENCHA DE PAZ E DE ALEGRIA, MESMO QUANDO ESTAMOS PASSANDO POR DORES PROFUNDAS.

PARA ELE O NOSSO MUITO OBRIGADO.

 

[ Artigos de opinião ]