Lançamento da obra

Paracelso e a Cosmobiomedicina


No Auditório do Centro Cultural Palácio Gorjão

Bombarral

Pouco passava das 16 horas do dia 28 de Março de 2009, quando foi aberta a sessão sobre a apresentação do livro supracitado.

Depois de uma muito breve introdução do Director Literário da Editorial Minerva, Lisboa, Dr. Ângelo Rodrigues, em que começou por agradecer a presença das pessoas desta bonita terra, acrescentando: somos poucos mas bons; o tempo que está ventoso e frio contribuiu fortemente além de algumas gripes que de novo regressaram e não permitiram maior presença. Passou a palavra ao Presidente da Edilidade Local, Professor Luis Camilo Duarte, que elogiou o trabalho literário do autor, um filho adoptivo do Bombarral, activo dinamizador cultural, cujas obras abrangem temas transversais, encerrando valores universais o que beneficia a cultura local e não só.


Presidente da Câmara Municipal na sua comunicação
Presidente da Câmara Municipal na sua comunicação.

Ângelo Rodrigues de novo no uso da palavra expressa o desejo que esta tão falada crise, sempre ouvimos falar neste estado, não prejudique a área cultural, antes seja a cultura, a criação artística, uma das bases para a vencer.

Sobre a obra e sobre o nosso grande amigo Delmar Domingos de Carvalho, ela vai para além dos rótulos que usamos na classificação, pois Delmar é um humanista, um investigador muito atento, que cria algo de novo, que não se limita a seguir A ou B, mas é ele mesmo, original, um desejoso de mudar o mundo, um comunicador libertador.

Ele é um Socrático, que nos ajuda a conhecermo-nos melhor a nós mesmos como as personalidades que investiga, os factos que analisa, estimulando cada qual a ter uma mente livre, nada de Yes Man.

Quanto à obra, incluindo o próprio título, profundamente inovador e que engloba diversas mensagens, estamos perante um livro importantíssimo e marcante. De hoje em diante, todo o que deseje estudar ou falar, ou escrever sobre Paracelso não pode ou não deve ignorá-la, esta dá-nos diversos elementos incluindo imagens, que nos permite ter uma ideia clara do enorme valor de Paracelso não só na medicina como em outras áreas, por vários motivos, e o principal, porque ele era um canal do Amor, da Sabedoria, e com estes dois pilares, ligou pontes, tratou por ciência maravilhosa.

Termina, afirmando que há um Paracelso dentro do Delmar.



Ângelo Rodrigues no uso da palavra
Ângelo Rodrigues no uso da palavra.

De seguida falou a Professora Paula Soveral, Presidente do Conselho Técnico da Sociedade Portuguesa de Naturalogia, com sede em Lisboa.

Livro com uma capa lindíssima, com valiosas ilustrações, com um texto que nos conduz a fazer diversas viagens salutares e libertadoras.

Uma viagem fascinante sobre a vida e obra de Paracelso, outras, todas interessantes, em que o Amor está sempre presente.

Antes, ao falar sobre o autor, afirma que falar deste grande humanista é fácil, mas é difícil. Tenho ao meu lado um ser muito especial, uma personalidade multifacetada. Um ser que veio ao mundo para comunicar, a sua data de nascimento é igual a 3, indicativo desta missão.

Nota pessoal. Nunca tínhamos analisado esta vertente, mas de outras pessoas, obrigado, Cara Amiga, Paula Soveral. O nosso nome já o tínhamos analisado de acordo com os investigadores da cabala cristã, em Portugal, em que apenas consideram o alfabeto com 23 letras. Agora, com o acordo ortográfico, passamos a ter 26, mas, em nossa opinião, a análise cabalística deverá seguir a base, as 23 letras, o K, Y W, são importações que terão de ser analisadas nas palavras onde são usadas, doutros idiomas e, neste caso, de acordo com a cabala ligada a esses alfabetos que as possuem como parte básica e não importada.

Por isso, o nosso nome é igual e 5, ou seja o número da Rosacruz, de Portugal, da harmonia perfeita, do pentagrama. Atenção, isto é o nome.

Voltando a Paula Soveral que, em poucas palavras, disse muito, lembremos que só há saúde se houver harmonia entre a nossa mente, a nossa parte emocional e física, tal como Paracelso muito bem explica.

O Delmar baseia-se na filosofia rosacruciana que encerra os mais altos valores espirituais, como os de Cristo, que, em minha opinião, é Ele que cura, tal como foca Paracelso.

Por isso e não só a medicina deste médico é da Idade do Aquário, baseada no Amor, o qual era a base para as suas curas.

Paracelso guiou a sua vida na busca da Luz e da Paz.

O Delmar é um homem de luz e de Paz.


Paula Soveral terminando a sua sábia intervenção
Paula Soveral terminando a sua sábia intervenção.

Por fim, o autor agradeceu a presença de todos, em especial do Presidente da Edilidade, dos Amigos Ângelo e Paula, acrescentando:

O Mundo necessita cada vez mais do Puro Amor, lembrando Paracelso, disse que um médico que exerça a sua nobre profissão sem Amor pouco faz pelos seus doentes.

É tempo de sabermos perdoar e amarmos seja quem for.

Feliz o dia em que os transplantes sejam feitos somente por meio de órgãos pré-fabricados, como profetizou Paracelso.

Muito melhorará, incluindo será o fim de negócios tenebrosos.

Terminou: Sei que só, quando Amar com A grande, terei saúde, como então sim poderei fazer algo com valor.

Até lá: Boa saúde para todos.


O autor enaltecendo Paracelso
O autor enaltecendo Paracelso.

Nota: Na mesa, encontrava-se presente a sócia-gerente, da Livraria Caneta Azul, Bombarral, a jovem Rita Filipe.

 

[ Informações ]