Fraternidade Rosacruz de Max Heindel


Nenhuma pessoa inteligente

deve limitar o trabalho de outra.

Temos a obrigação de procurar

o conhecimento em todas as direcções,

sabendo assimilá-lo, de modo a usá-lo

com originalidade.

Max Heindel
(1865-1919)

in Temas Rosacruzes
Volume II

Max Heindel
Max Heindel

 

Nas diversas páginas na Internete dos Centros da Fraternidade Rosacruz de Max Heindel podemos ler dados sobre a sua vida e obra.

Por isso, aqui, apenas, vamos focar alguns elementos, em nossa opinião, mais relevantes e acrescentar com mensagens do nosso Mestre, extraídas dos seus livros.

Apesar de ter nascido no seio de uma nobre família teutónica germânica, cedo, por motivos imperiosos, teve de partir, indo estudar e trabalhar nos estaleiros de Glasgow, na Escócia. Aqui se formou em engenharia naval, tendo viajado por toda a parte, então os transportes entre os continentes e não só eram por via marítima, o que lhe permitiu conhecer diversos povos e sentir os problemas de muitas pessoas.

Cedo anseia por Luz profunda que possa transmitir a todos, especialmente, aos irmãos que sofrem.

Porque a Humanidade estava já numa fase em que cada vez existiam mais pessoas sedentas de Luz, os Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz procuravam algum ser humano que fosse digno de receber ensinamentos aquarianos e divulgá-los. Rodolfo Steiner estava à prova, mas acabou por não reunir as condições necessárias. Carl Louis Von Grasshoff, mais tarde conhecido pelo seu pseudónimo de Max Heindel, viria a ser a pessoa certa. Venceu todas as provas incluindo não querer os conhecimentos só para si, mas para todos os que desejassem e necessitassem.

Steiner viria a fundar a sua Sociedade Antroposófica, em 1913; enquanto Max Heindel continuara no caminho estreito do puro cristianismo, preparando todas as áreas para a criação da Fraternidade como dos ensinamentos a divulgar publicamente. No ano 1909, eis a fundação da Fraternidade Rosacruz com o seu nome. Como sede, Mount Ecclesia, Oceanside, pequena cidade perto de São Diego, na Califórnia.

 

Mount Ecclesia
Mount Ecclesia, onde, no cimo de um monte, se pode ver o Templo de Cura.

 

Escreve o Conceito Rosacruz do Cosmo, a principal obra, na qual teve a ajuda dos Irmãos Maiores; continua organizando os cursos e escrevendo outros livros desde Ensinamentos de um Iniciado até Mistérios das Grandes Óperas.

Embora a obra base seja o Conceito, contudo, pela nossa experiência, sabemos que se deve ler toda a sua vasta obra para, então, sim, termos uma concepção mais precisa dos ensinamentos rosacrucianos. Ler, mais do que uma vez, discernir, investigar, comparar, concluir, aplicar e inovar.

No seu trabalho, Lucubrações de um Místico, Max Heindel foca os objectivos da Fraternidade: mostrar o caminho da iniciação para todos os que desejam seguir o caminho mais curto para a libertação, desde como construir o corpo alma como obter o conhecimento directo, como clarividente voluntário.

Na obra Os Ensinamentos de um Iniciado lembra que só quando o conhecimento se une ao amor, os dois produzem a verdadeira sabedoria.

Noutra obra, Os Mistérios Rosacruzes, no capítulo, Educação da Criança, diz: é da maior importância que as roupas da criança sejam folgadas, especialmente dos mais pequenitos, porque os adornos que oprimem, produzem vícios que seguirão a pessoa por toda a vida.

Noutra obra, Filosofia Rosacruz, em Perguntas e Respostas, Volume II, outra de grande valor, Max Heindel, na Pergunta nº 37 lembra que a mulher foi árbitro do destino do Mundo em civilizações passadas, enquanto o homem o foi noutras, como agora é o caso…vem aí uma época em que a igualdade será um facto, para depois a mulher voltar a ter o poder.

Na mesma obra, mas no Volume I, e na Pergunta 185, afirma: a mulher é mais idealista e imaginativa, tem muito interesse por tudo o que possa ajudar a melhorar o sentimento ético de cada pessoa e povo... A Humanidade inteira será beneficiada no dia em que existirem direitos iguais entre os dois sexos.

Na obra Princípios Ocultos de Saúde e Cura, entre muitos ensinamentos valiosos, lembra que o medo é uma das principais causas das enfermidades, e a melhor solução para o vencer é o Amor Puro e Verdadeiro.

Na obra Os Mistérios das Grandes Óperas lembra: a lealdade é uma prerrogativa sem a qual não há iniciação.

 

Jesus-Cristo, pintura na Sede Mundial, Oceanside, USA
Jesus-Cristo, pintura na Sede Mundial, Oceanside, USA

 

 


Credo ou Cristo, de Max Heindel

 

Desde então, a Fraternidade se espalhou por diversos países e continentes.

Em Portugal graças a vários membros é fundada, surgindo em 21 de Março de 1926 o primeiro número da revista Rosacruz, mas é com Francisco Marques Rodrigues que acaba por se alicerçar, dando bons frutos para bem dos que sofrem e dos que desejam cumprir melhor as Leis Divinas.

Suas obras são de enorme valor, seus estudos reflectem a Luz profunda que existe em seu interior. Tudo isso se pode ver nas análises sobre o Apocalipse, artigos escritos na revista Rosacruz, da Fraternidade Rosacruz de Portugal que funda com outros membros, em 18 de Julho de 1975, ver Diário do Governo, III Série, de 20 de Agosto de 1975.

As suas cartas a Cristina estão plenas de Amor e de Luz; as suas investigações sobre a obra de Luís de Camões são produto da sua elevada intuição e quiçá da sua clarividência voluntária.

Também, noutros países têm havido numerosos membros que irradiaram Amor e Luz desde os Estados Unidos da América até diversos países da América Latina, como da Europa.

Em algumas páginas na Internete se pode verificar algo das suas obras.