Inauguração oficial da Exposição

A Rosa, Rainha das Flores,

Símbolo Mítico, Místico e Esotérico,

Os Rosacruzes,
e
O Primeiro Centenário
da
Fraternidade Rosacruz de Max Heindel


No Museu Municipal do Bombarral, na Sala de Exposições Temporárias, pouco depois das 16 horas do dia 17 de Outubro de 2009, foi aberta, oficialmente, a Exposição pelo Presidente da Câmara Municipal do Concelho do Bombarral, Professor Luís Camilo Duarte, ladeado pela Presidente da Assembleia Municipal, Professora Lúcia Poseiro.

Encontravam-se presentes alguns membros da The Rosicrucian Fellowship, com Sede Mundial, em Oceanside, Estados Unidos da América, diversas personalidades, algumas simpatizantes da Escola Rosacruz, professores, artistas, etc, e ainda representantes da Comunicação Social.

Após breves palavras do Exmo. Senhor Presidente da Câmara sobre a Exposição que, no fundo, é mais uma que Delmar Carvalho nos apresenta, sempre com elevado nível, sobre temas culturais. Agradecemos a sua disponibilidade e louvamos o seu elevado contributo para o desenvolvimento cultural do concelho.


Presidente da Câmara no uso da palavra

Presidente da Câmara no uso da palavra, ladeado pela Presidente da A. Municipal, Lúcia Poseiro, Fátima Capela, do Centro Rosacruz Max Heindel de Minde, Portugal e pelo autor.


Por motivos diversos, não foi possível a presença de nenhum membro da Fraternidade Rosacruz de Portugal. Compreendemos perfeitamente os motivos que dois membros nos deram sobre as suas impossibilidades.

De seguida, falou Fátima Capela, que estava ali em representação do Centro Rosacruz de Max Heindel de Minde, que está associado à Rosicrucian Fellowship com sede em Oceanside, nos E.U.A. onde também está ligado Delmar Carvalho.

Lembrou que a Rosacruz é uma Escola de Pensamento, cujo lema é Servir com amor e humildade, procurando que cada membro tenha uma mente sã, um coração terno e um corpo puro.

Quanto à Exposição ela reflecte as diversas temáticas ligadas à Rosa e especialmente às actividades dos Rosacruzes, como de alguns Centros da Fraternidade Rosacruz de Max Heindel, cujo Centenário estamos comemorando.

Por fim acrescentou que os rosacrucianos procuram viver os puros ideais de Cristo, cumprindo os seus ensinamentos, divulgando os Seus elevados Ideais e ensinamentos, como ajudando os enfermos.


Momento em que Fátima Capela apresentava as suas mensagens
Momento em que Fátima Capela apresentava as suas mensagens.
Nesta imagem vemos ainda a presença de dois jornalistas.

Por fim, Delmar Carvalho começou por agradecer a presença de todos, com a sua fórmula habitual: queridas amigas e queridos amigos.

Na realidade o que mais se precisa é de verdadeira amizade.

Esclareceu que este projecto já vem desde 2004, com efeito, o autor apresentou, nesse ano, no foro Nuestra Frater, onde estavam membros de diversos países europeus e americanos, um esquema sobre as comemorações dos 100 anos da Fraternidade Rosacruz de Max Heindel, entre as quais novas edições de obras com investigações inéditas, com inovações, e ainda por meio de Exposições.

Tal como já disse Fátima Capela esta Exposição aborda diversas temáticas, vai desde a Rosa, como Rainha das Flores, quem é que não gosta de rosas? Perguntou! Ela que é símbolo de Luz, de Amor e até de Liberdade como se pode ver na parte da Filatelia, um dos temas aqui expostos.

Lembrou a luta dos irmãos Hans e Sophie School, alunos da Universidade de Ludwig Maximilian, em Munique, capital da Baviera, que juntamente com outros amigos e o professor de Filosofia Kurt Huber fundaram o movimento da chamada Rosa Branca, em que divulgaram ideais de liberdade, de amizade, contra o nazismo, nos anos de 1942 e 1943, até que foram presos, julgados, condenados e mortos.


Pequeno documento que encerra uma grande história
Um pequeno documento que encerra uma grande história.

Viva a Liberdade, eis as últimas palavras que proferiram os nossos irmãos e irmãs, da Rosa Branca, por sinal também eles alemães, vítimas dos nazis.

Este selo foi emitido pela então República Federal da Alemanha, em 1983, 40 anos depois deste holocausto, sob o tema: Perseguição e Resistência.

Nele surge a Rosa branca unida aos grandes lutadores pela liberdade, que foram vítimas do arame farpado dos nazis.


Selo com uma grande mensagem
Mais um selo, com uma grande mensagem.

Este foi emitido pela ONU, em 1975, com sede em New York, USA, numa união aos 30 anos de busca da Paz no Mundo. Foram emitidos dois selos, como dois ainda pela ONU, com sede em Genebra, apenas diferentes nas cores.

A mesma mensagem ligada aos heróis da Rosa Branca. No caso, escolheram e bem a rosa silvestre, com 5 pétalas, uma ligação à Vida, ao Pentagrama, à Liberdade, à Paz, à Fraternidade.


Mais um grande documento
Mais um grande documento

Emissão do Mónaco, ligado ao tema Europa: Paz e Liberdade, emitido em 1995, 40 anos após o final da II Grande Guerra. Eis de novo as rosas a cortarem as grades das ditaduras, dos inquisidores, qual símbolo de libertação.

Por isso, Dante, esse poeta rosacruciano, chama a Cristo, a Alvinitente Rosa.


Outro pequeno, grande documento
Outro pequeno, grande documento

Emissão da Polónia, sob o mesmo tema acima focado, outros podíamos inserir, como da República Checa, etc.


Lembrou ainda que o símbolo da Rosacruz é muito antigo, embora ele tenha sido dado ao apóstolo amado de Cristo, S. João Evangelista, mais tarde Christian Rosenkreuz, Cristão Rosacruz.

Com Paracelso surgem novas e inéditas mensagens que ainda hoje não são devidamente entendidas, dado o seu elevado ideal, encerrado em grande sabedoria aquariana.

Em Portugal, aqui no Bombarral, em 1993, houve comemorações sobre os 400 anos de Paracelso. Em seguida lembrou outro rosacruz, Coménio, que defendeu os mesmos direitos das mulheres na educação, como a Europa Unida, o Parlamento Mundial, também comemorado no Bombarral, em 1992.

Depois de focar outros rosacruzes, lembra que o Conceito Rosacruz do Cosmo está aqui devidamente evidenciado, como se pode ver numa vitrina.

A foto deste expositor já foi inserida, mas voltamos a mencioná-la porque a sua primeira edição também faz 100 anos, com comemorações em diversos Centros, como o do Rio de Janeiro, de Campinas, em S.Paulo, todos no Brasil; em Medellín, Colômbia; na Sede Mundial, etc.


Vitrina com as edições nos 13 idiomas
Eis a vitrina com as edições nos 13 idiomas, no Catálogo
falta a emissão em romeno. As nossas desculpas.

Depois de ter ainda focado os outros diversos temas da Exposição desde as artes até às ciências ligadas a esta Escola, por fim, informa que esta Exposição tem diversas finalidades e entre elas a de dar a conhecer a Verdade sobre a Rosacruz, sobre os Rosacruzes e a Fraternidade Rosacruz de Max Heindel, como dos seus elevados ensinamentos que apontam para a criação da Fraternidade Universal, sob a égide de Cristo.


Outras imagens da Inauguração

Ambiente fraterno entre algumas pessoas
Ambiente fraterno entre algumas pessoas que ainda
estavam depois da abertura oficial e da sua explicação.

Membros presentes da The Rosicrucian Fellowship
Membros presentes da The Rosicrucian Fellowship, Oceanside, USA.

Alfredo Lopes, Eduardo Aroso, Fátima Capela, Maria Amélia Carvalho, António Ferreira, (esteve à frente do Sector Português na Sede Mundial, em Oceanside, USA, desde 28 de Junho de 1995 até 25 de Janeiro de 1996) e Delmar Carvalho, com gravata.


Nota:

Dado como tudo tem decorrido até ao momento, temos de agradecer a todos os amigos e amigas dos mais diversos quadrantes ideológicos e povos, e de modo especial lembramos as mensagens da nossa amiga Maria Lázara Franzini, autor do Prefácio do Catálogo, em que nos enviava do Brasil os perfumes de rosas envoltos em boas vibrações. Aqui chegaram, querida Maria Lázara.

E daqui enviamos com renovados eflúvios até a esse grande país irmão.



Algumas opiniões

Inseridas no Livro da Exposição


Face a diversos motivos, entre os quais a grande aderência que a Exposição tem tido, como o reconhecimento do seu valor cultural universalista, como espiritual, atestado por diversas opiniões, algumas escritas nos livros do Museu Municipal, outras expressadas por via oral, em que reconhecem que jamais pensavam que a Escola Rosacruz tivesse tão grande importância para a evolução da Humanidade, para o desenvolvimento civilizacional, ela vai ficar patente ao público até final de Novembro.

Entre as mensagens, lembramos alguns pequenos excertos das que, até agora, estão escritas, em português, quase todas, mas também as há, em alemão, em esperanto, em francês.

 

Excelente trabalho de investigação e de recolha de informação em prol do conhecimento...

Engenheiro M. Rui

 

Adorei viajar pela Cultura por meio desta Bela Exposição.

Assinatura ilegível

 

Já não é surpresa a qualidade e a diversidade que o Sr. Delmar de Carvalho nos apresenta...

Professor Luis Camilo Duarte

 

Uma oportunidade para uma profunda reflexão desta realidade, a qual terá de ser feita em fraterna caminhada.

Marcos Proença

 

Esta exposição só pode ser feita por um ser humano culto que muito tem investigado e muito tem dado ao Bombarral.

Pintor Fernando Pascoal

 

Extraordinário trabalho de divulgação da Filosofia Rosacruz...

António Ferreira

 

...o autor desta Exposição está muito dentro do verdadeiro espírito dos Ensinamentos Rosacruzes. Bem-haja por tudo.

Eduardo Aroso
Professor de Música e Escritor
Coimbra

 

Com as mais sinceras felicitações e agradecimentos por tão belo e profundo trabalho de investigação, publicação e exposição...

Joaquim Alfredo Lopes
Lisboa

 

Todo o esforço é recompensado! Nesta exposição podemos ver o trabalho e a dedicação do meu amigo Delmar Carvalho na divulgação dos Ensinamentos da Sabedoria Ocidental...

Arquitecta Fátima Capela
Minde

 

O Bombarral deve agradecer ao Delmar Domingos de Carvalho pelos seus divinos trabalhos... agora com esta exposição vem dar grande relevo ao nosso Museu...

A. C. F. O.
Bombarral

 

Grande nível Cultural...

Assinatura ilegível
Benedita-Alcobaça

 

Grande Exposição, espero que continue a divulgar os ideais rosacrucianos...

Pedro Nascimento
Caldas da Rainha

 

Muito boa exposição, com grande abertura e de muito interesse. Fiquei entusiasmado.

P. L.
Rubrica ilegível
Alemanha

Escrito em alemão, tradução livre do autor

 

Uma exposição que dá muita alegria. Parabéns ao amigo Delmar. Bom trabalho.

Dr. Miguel Boieiro
Presidente da Sociedade Portuguesa de Naturalogia
Escrito em Esperanto, tradução livre do autor

 

Simples mas admirável

P. F.

 

Sem palavras, maravilhoso

Assinatura não legível,
datada de 15 de Novembro

 

Parabéns. Que esta Exposição faça desabrochar mais rosas num Mundo que carece cada vez mais do seu perfume e beleza.

F. L.

 

Muito bom trabalho de pesquisa e... (letra ilegível) para esta exposição que merecia ser itinerante, transportada para outras vilas e cidades de Portugal.

Assinatura ilegível
Em francês, tradução livre do autor


Nota: Esta ideia de ser itinerante devia ser aproveitada.

 

[ Exposições ]